de hoje

por tam

eu não sei dizer ao certo o que eu senti. só tenho a completa certeza de que era triste e angustiante. um pouco sufocante também. às vezes chega a doer um pouco. na verdade, sinto o coração parar e voltar. ou mesmo queimar. as mulheres que me habitam também não me dão um tempo, cada uma me diz uma coisa… elas são tão diferentes que viro claustrofóbica dentro de mim mesma. uma avalanche de sentimentos contraditórios me ataca. dos meus devaneios sobre tratar um amigo como um mero colega.

a vida é feita de escolhas.

ninguém nunca disse que elas seriam fáceis.

ninguém nunca disse que elas seriam suas.