duo

por tam

O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem

Guimarães Rosa

Subitamente, despenca. Instável. Em uma fração de segundos, um constante estado de alívio passa a ser angustiante ansiedade. Dilacera. Eu já não sei mais o que faço aqui. Rasga. A sensação de pertencimento se esvaia como se arrancada de mim. Perde-se. As paredes se fecham ao meu redor e engolem-me pouco a pouco. Profundezas. O espelho exprime distorcidamente uma ilusão de mim mesma ainda que o reflexo pareça eu-completa. Enrijece. O coração palpita e me diz que, talvez, eu não aguente mais. E, assim, amanhã é Segunda-feira.